20 de maio de 2020 . 12:17

Campanha de associações doou 27 mil produtos e dois ventiladores pulmonares

A campanha solidária contra o coronavírus promovida pela AMATRA1, AMAERJ (Associação de Magistrados do Estado do Rio de Janeiro), Ajuferjes (Associação dos Juízes Federais do Rio de Janeiro e Espírito Santo) e IAB Nacional (Instituto dos Advogados Brasileiros) já doou 27,3 mil produtos, entre equipamentos de uso hospitalar, cestas básicas e outros materiais de uso pessoal e coletivo, além de dois ventiladores pulmonares. Ao todo, as duas fases da ação arrecadaram R$ 96.971,80 — na primeira, R$ 38.947,45, e, na segunda, R$ 58.024,35. Se você ainda não participou, ainda dá tempo de ajudar. A terceira etapa de arrecadação está acontecendo. Veja como doar no fim da matéria.

Os recursos possibilitaram a compra de 23.600 luvas, 1.005 aventais, 800 gorros cirúrgicos, 600 óculos de proteção, 600 máscaras, 533 cestas básicas com alimentos e produtos de higiene (6.230 kg), 100 máscaras de acrílico, 100 cobertores para desabrigados e 40 frascos de álcool gel (200 litros). A primeira parte dos equipamentos foi destinada em 22 de abril ao Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), localizado em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A segunda parte do material deve ser entregue em breve.

Material hospitalar foi entregue ao Hospital Universitário Pedro Ernesto. Foto: AMAERJ

Com custo de R$ 15.330 cada, os dois ventiladores pulmonares neonatais (CPAPs) foram encomendados no fim de abril e devem ser recebidos pelo HUPE em junho. Apesar de não atenderem pacientes com Covid-19, as máquinas vão ser usadas para tratamento de doenças em recém-nascidos, ajudando na carência de respiradores do tipo e na liberação daqueles que podem ser usados pelos contaminados com coronavírus, mas estavam sendo empregados no tratamento de bebês.

Leia mais: Live da AMATRA1 sobre o filme ‘A Vida Invisível’ será nesta sexta-feira (22)
Justiça do Trabalho e MPT destinam R$ 227 milhões a ações contra o coronavírus
TRT-1 indica adiamento de audiências presenciais agendadas até 30 de junho


Cestas básicas atenderam população em vulnerabilidade social

Além de ajudar o sistema público de saúde, a campanha solidária também prestou auxílio à população em vulnerabilidade social, que tem sofrido mais intensamente os efeitos da pandemia da Covid-19. Na quinta (14) e sexta-feiras (15), foram entregues 533 cestas básicas a entidades da sociedade civil e 85 famílias de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. 

Os contemplados foram selecionados por terem recebido poucas doações durante a crise. As instituições atendem pessoas com transtornos mentais; moradores de rua no Centro, Tijuca e São Cristóvão; e famílias do Centro, do Complexo da Maré e das cidades Magé e São Gonçalo, na Região Metropolitana.

533 cestas básicas foram doadas foram doadas a pessoas mais atingidas pela pandemia. Foto: AMAERJ

Os 100 cobertores serão entregues ao projeto Missão Amor que Cura, que atende cidadãos das periferias. As organizações beneficiadas com cestas básicas são o Viaduto Literário; o Projeto 1ª Chance; o Centro Psiquiátrico do Rio de Janeiro; o Projeto de Inclusão Social pelo Trabalho de Usuários de Serviços de Saúde Mental; a Panela do Bem; a Casa de Proteção e Amparo à Criança; o Lar São Tiago; o Lar São Vicente de Paulo; e o Instituto Lar.

As determinações e cuidados de prevenção ao contágio estão sendo observadas em todas as entregas de doações.

Participe da terceira etapa da campanha solidária

Por meio de duas contas bancárias, as associações seguem na missão de arrecadar doações para ajudar os mais atingidos pela pandemia. Os valores vão ser empregados na compra de materiais hospitalares, alimentos, remédios, equipamentos de proteção e produtos de higiene pessoal e coletiva.

Nesta etapa, o Abrigo do Cristo Redentor, em São Gonçalo, na Região Metropolitana, também será beneficiado com as doações. Desde 1939, a instituição ampara idosos com mais de 60 anos. Atualmente, cerca de 130 idosos são ajudados diariamente com refeições, moradia e assistências médica, social, moral e material. A AMATRA1 conclama a participação de todos nesta ação.

As doações podem ser depositadas nas nas seguintes contas bancárias:

Banco Itaú
Agência 6002
Conta corrente 07264-0

Bradesco
Agência 6246
Conta corrente 3030-9

CNPJ da AMAERJ: 40.422.305/0001-06 < VOLTAR